Autoestima do idoso: como manter?

Postado: 20 de julho de 2022

Pessoas de todas as idades estão propensas a terem uma boa ou baixa autoestima, a depender das condições de vida que possuem. Entretanto, ao chegar  à terceira idade, a autoestima do idoso precisa ser tratada com muita atenção, já que interfere diretamente em diversos aspectos da vida, incluindo a saúde física e mental.

Infelizmente, a nossa sociedade ainda é permeada de valores que não valorizam o envelhecimento. Ao contrário disso, cria-se a imagem de que o mais importante é se manter com aparência jovem, muitas vezes, excluindo o idoso de se relacionar socialmente e o impedindo de buscar atividades que permitam a melhora da sua autoestima.

Saiba como identificar a presença da baixa autoestima e confira algumas dicas de como recuperá-la na terceira idade.

O se tratado como um peso, o envelhecimento pode ter uma carga prejudicial para muitos, portanto, a autoestima dos idosos merece atenção especial

Sintomas da presença da baixa autoestima dos idosos

A baixa autoestima prejudica a qualidade de vida de pessoas de todas as idades, mas nos idosos alguns comportamentos podem indicar a sua presença, interferindo, inclusive, na saúde física e emocional. Conheça alguns deles:

  • Tendência a pensamentos que tudo que produz está errado;
  • Não expõe preferência por comidas e bebidas;
  • Abandono das atividades físicas;
  • Desânimo para sair de casa;
  • Evita lugares que terá que se relacionar com outras pessoas;
  • Vive com medo das pessoas;
  • Não reage a agressões;
  • Isola-se frequentemente;
  • Evita qualquer tipo de conflito de ideias, aceitando sempre a opinião dos outros.

Como elevar a autoestima dos idosos?

Além de recorrer à ajuda médica e psicológica, a autoestima do idoso pode ser recuperada pouco a pouco com pequenos ajustes diários, que podem representar uma vida mais alegre e plena. Mas para que isso ocorra é preciso muita atenção dos familiares e determinação do próprio idoso para alcançar o seu objetivo. Aliás, ter uma meta a ser atingida é uma das formas de se manter ativo e, com isso, melhorar a autoestima.

Dicas para recuperar a autoestima dos idosos

  • Estimule a convivência com pessoas de diferentes idades;
  •  Inclua o idoso nas decisões familiares;
  • Evite brigas e desentendimentos em casa;
  • Invista nos cuidados com a aparência do idoso;
  • Estabeleça uma rotina de passeios pelo bairro;
  • Promova encontros com pessoas da mesma idade, de forma a criar uma rede de amigos;
  • Pratique atividades físicas em conjunto com o idoso;
  • Procure ajuda especializada ao notar sinais de transtornos emocionais.

Assim, lembre-se: uma boa autoestima é fundamental para se envelhecer com saúde e com qualidade de vida. Independentemente dos problemas comuns da idade, é muito importante que o idoso se sinta bonito e produtivo. Dessa forma, com certeza, a autoestima, pouco a pouco, será recuperada.

Por Dolce Vivere

Publicado por: dolcevivere

11 visualizações

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *